Professor Thiago Nunes

Just another WordPress.com weblog

Isso não está no dicionário!

dúvida“Não dá para sharear aquele CD que você ripou?” As versões mais novas do Aurélio e do Houaiss bem que tentaram incorporar os verbos típicos do informatiquês, mas andam deixando muitas palavras básicas de fora. Inicializar, escanear e deletar já ganharam espaço nas 2.128 páginas do Aurélio. Estartar, debugar e zipar fazem parte do listão de 228.500 verbetes do Houaiss, bem mais abrangente nos jargões da área. Mas tente descobrir um dos termos do momento no MP3: ripar. Nada feito. Bimar um arquivo por palmtop então, nem pensar… Veja, a seguir, algumas palavras que ainda não estão no dicionário.

No PC

PRINTAR: Eu printo, tu printas, ele printa. Só mesmo os dicionários ainda não imprimiram o significado de printar.

SETAR: Alguém sobrevive em computação sem setar? Haja configuração de parâmetros nos softwares e na máquina.

DESINSTALAR: Instalou, não quer mais, e agora? Se for pelo dicionário, diga “vou remover o software”.

No MP3

RIPAR: Se você nunca ripou, ainda vai. O quê? Simples, extrair as músicas de um CD e convertê-las num formato de áudio digital.

ENCODAR: Existe palavra melhor para descrever o troca-troca de formatos de arquivos no mundo multimídia? Tem de encodar – e muito.

SHAREAR: É o verbo por excelência da turma do P2P, o badaladíssimo compartilhamento de arquivos. Todo mundo shareia na arena do MP3.

Na WEB

ATACHAR: Tudo bem que existe o verbo anexar. Mas, fala sério, você anexa ou atacha um arquivo no e-mail?

LINCAR: No mundão da internet tudo está intimamente linkado. Haja hyperlink.

CHATEAR: O sentido pode ser duplo. Pelo menos para quem detesta entrar em salas de chat.

Entre Hackers

HACKEAR: Os hackers já entraram para o dicionário, mas ainda não emplacaram nas páginas seu verbo transitivo direto.

CRAQUEAR: Sabe aquele software que você conseguiu com um amigo sem pagar um único centavo pelo registro? Pois é, ele foi craqueado.

ESNIFAR: Literalmente, farejar. Usado para o bem ou para o mal, significa observar atentamente o fluxo de dados de uma rede.

23 de Maio de 2009 - Posted by | Não classificado

2 comentários »

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    MUITO BOM
    NÃO SABIA DESSE VERBO SHAREAR
    EU SHAREIO SEMPRE, SERÁ Q EXISTE ESSA CONJUGAÇÃO?

    Comentar por Priscila Felix | 20 de Outubro de 2009 | Responder

  2. Não sei se essa matéria é uma ironia, uma brincadeira… mas, por incrível que pareça, muita gente usa modismos.
    “Estartar”? Até pode constar no dicionário hoje ou amanhã, mas é um absurdo. Já existe a palavra iniciar.
    “Printar”. Deixemos pra lá essa, acho que todo mundo concorda no absurdo da palavra.

    “Setar”? Quando comecei a aprender programação, não entendi o que certos tutores queriam dizer. Não é didático, não usei nem vou usar.

    “ENCODAR: Existe palavra melhor para descrever o troca-troca de formatos de arquivos no mundo multimídia? ”

    Codificar.
    Decode=decodificar.

    Comentar por Washington | 28 de Julho de 2010 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: